quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Eu resolvi dizer sim. (Parte 2) - Antes de dizer sim.



“É por isso que o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua mulher, e os dois se tornam uma só pessoa.”  Gn 2.24 (NTLH)

Bem, continuando as postagens sobre namoro noivado e casamento, vamos hoje falar um pouco sobre a vida de solteiro, projetos pessoais e os relacionamentos.

“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião...” “Deus marcou o tempo certo para cada coisa.” Ec 3.1, 11ª

A nossa existência é dividida em nascimento, infância, adolescência, juventude, fase adulta, velhice e por fim a morte. Para cada etapa do ciclo da vida, precisamos vivenciar as aprendizagens que cada um destes momentos nos proporciona, não podemos queimar etapas, pois certamente haverá defeitos no desenrolar das outras etapas seguintes.

Na infância estamos descobrindo o mundo, tudo é novo e nossa única ligação com o mundo é através dos nossos pais que nos apresentam o ambiente em que estamos. Aprendemos conceitos e saberes que promoverão a construção do caráter futuro. Nossos sentimentos são alimentados pelos nossos parentes e o aconchego materno promoverá uma pessoa sadia emocionalmente. É momento de apresentar as primeiras verdades bíblicas e moldar o futuro servo de Cristo.

Na infância aumentamos nosso ângulo de relacionamentos e passamos a interagir com o mundo através de outros canais. É importante brincar e correr muito, pois garantirá uma vida saudável. Porém é um momento onde algumas dores precisam ser vivenciadas para que haja desenvolvimento, dores para aprender a andar, quando perdemos os dentinhos, ao aprender andar de bicicleta, as arengas nas escolas, etc.. Meus primeiros desejos e sonhos, os heróis são pessoas muito importantes neste  momento. Neste período precisamos vivenciar as primeiras experiências com Deus, nosso relacionamento com o Pai eterno precisa ser mais que uma religião para que as crianças possam desejá-lo.

Adolescência, mas para alguns aborrecência! Um momento singular, não somos crianças, mas também não somos adultos. Sou criança para dirigir ou namorar, porém sou adulto para muitas outras responsabilidades. É um momento de descobertas e confrontos de idéias, o conflito de gerações é acirrado e muitas vezes doloroso. As amizades falam mais alto do que as conversas com meus pais. Sou diferente, porém quero um grupo igual a mim. Desejo tudo, porém não sei o que quero. É hora de enfrentar os desejos mais sombrios e tentar se encontrar. Os amores e paixões explodem a todo instante, tudo é pra ontem. Ô fase.................. linda. Agora meu relacionamento com Deus  depende de muito desejo próprio e é necessário firmar os alicerces da fé.

Chegamos à juventude, cada um tem seus planos, sonhos e objetivos. Todos correndo atrás dos seus ideais e desejos. Um momento mais maduro e não tão duvidoso, um momento em que os corações dizem que não podem mais estar só. As paixões loucas e alvoroçadas passam e chega a hora de decisões mais sérias. É preciso ter certeza da sua fé, pois é a fase do posicionamento de vida.

Chegou à hora, mas antes de dizer sim, os jovens precisam saber se:
  1. Eu já sei realmente o que quero?
  2. Tenho realmente Deus como Senhor de tudo?
  3. Estou pronto para compartilhar os meus sonhos e lutar pelos de outro também?
  4. Quero compartilhar meu tempo e recursos?
  5. Estou disposto a renunciar coisas que hora eram normais pra mim?
  6. Tenho condições de suprir as necessidades de quem amo?
  7. Estou agindo por impulso ou por amor?
  8. Entendo as responsabilidades de um marido ou mulher?
  9. Estou ciente que não posso brincar com sentimentos alheios?
  10. Quero uma família ou uma experiência?
  11. Quanto estou disposto a investir?
Estas dentre outras perguntas precisam ser bem respondidas para que na HORA DE DIZER SIM tudo flua bem.
Antes do sim, você faz o que da vontade, seus amigos são mais importantes (abaixo de Deus é claro), seus objetivos pessoais norteiam suas decisões. Todos os seus planos só contam com uma dupla, Deus e você.
Antes do sim, eu posso brincar a vontade, antes do sim, suas decisões só afetam você. Mas somente ANTES DO SIM.

Então, precisamos avaliar se realmente chegou à hora ou tenho apenas um grande sentimento por alguém. Muitos ficam preocupados, pois os dias vão passando e não encontram uma pessoa, porém é importante refletir se você está preparado para ela. Deus tem alguém especial para você como tinha para Adão.

O que vou dizer algo agora pode soar meio que lógico, mas não há nada mais seguro em momentos de indecisão do que ORAR.

Antes de se desesperar saiba que: “Deus marcou o tempo certo para cada coisa.”Ec 3.11ª 

Antes de dizer sim, viva pra Deus intensamente, Paulo disse:
“Eu quero livrá-los de preocupações. O solteiro se interessa pelas coisas do Senhor porque quer agradá-lo. Mas o homem casado se interessa pelas coisas deste mundo porque quer agradar a sua esposa e por isso é puxado para duas direções diferentes. Quanto às mulheres, tanto as viúvas quanto as solteiras, elas estão interessadas nas coisas do Senhor porque querem se dedicar de corpo e alma a ele. Mas a mulher casada se interessa pelas coisas deste mundo porque quer agradar o marido.” I Co 7. 32 -34

Não se desespere, antes de dizer sim, viva as etapas que Deus determinou para seu crescimento, tanto espiritual como humano. Não quebre etapas, pois o que você vivenciou em sua família quando criança, em sua adolescência com seus amigos refletirão em sua vida adulta e na velhice.

Antes de dizer sim para alguém, diga sim para Jesus, busque seus objetivos, e só então o outro passo poderá ser pensado.

Pense bem ANTES DE DIZER SIM!

Na graça do Mestre.

Nenhum comentário: