segunda-feira, 10 de abril de 2017

Aviva Ó Senhor a tua obra!

“Ouvi, Senhor, a tua palavra, e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos faze-a conhecida; na tua ira lembra-te da misericórdia.” Hc 3.2
O que é AVIVAMENTO?

Quais as características de um VERDADEIRO AVIVAMENTO?

Qual o verdadeiro objetivo de se ter um AVIVAMENTO?

O que um AVIVAMENTO pode proporcionar?

Estou certo que o mundo, não somente o Brasil precisa de um verdadeiro e grande AVIVAMENTO. Porém, de que avivamento precisamos? Ou melhor, o que verdadeiramente É UM AVIVAMENTO?

Para um bom entendimento precisamos entender a etimologia da palavra nos dicionários seculares e posteriormente o entendimento da palavra na perspectiva bíblica.

Avivamento, segundo os dicionaristas seculares esta palavra significa s.m. Ação ou efeito de avivar ou avivar-se (tornar mais vivo). (Etm. avivar + mento)[1] e avivar v.t. Tornar mais ardente: avivar o fogo. Dar brilho: avivar uma cor. [Figurado] Tornar mais vivo, aumentar: avivar uma dor, uma saudade. Apressar: avivar os passos. Estimular.[2]

Dentro da perspectiva teológica, e tentando analisar a as línguas originais, temos no hebraico o seguinte sentido: “O verbo "avivar"[3], em suas várias formas (2), é usado mais de 250 vezes no Antigo Testamento, das quais 55 vezes estão num grau chamado piel. Um verbo nas formas do Piel expressa uma ação ativa intensiva no hebraico. Neste sentido, o avivamento é sempre indicado como uma obra ativa e intensiva de Deus. Alguns exemplos de sua ocorrência são as clássicas orações de Davi, como esta: "Porventura, não tornarás a vivificar-nos (3), para que em ti se regozije o teu povo?" (Sl 85.6) (4), e da clássica oração do profeta Habacuque: "Tenho ouvido, ó Senhor, as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó Senhor, no decorrer dos anos, e, no decurso dos anos, faze-a conhecida; na tua ira, lembra-te da misericórdia" (Hc 3.2).”

Já no Novo Testamento diz o seguinte: “Encontramos no Novo Testamento grego um conjunto de palavras que expressam o conceito básico de avivamento. São elas: 'egeíro, 'anastáso, 'anázoe e 'anakaínoo. Outras palavras gregas comparam o avivamento ao reacender de uma chama que se apaga aos poucos (cf. 'anazopyréo em 2 Tm 1.6) ou uma planta que lança novos brotos e "floresce novamente" (cf. 'anaphállo em Fp 4.10).”.

Vemos que em ambos os verbetes apresentados o sentido geral da palavra AVIVAMENTO nos trás a conotação de DESPERTAMENTO, de TRAZER A VIDA, de BROTAR.

Olhando as narrativas bíblicas em que tais palavras são usadas, vemos que este AVIVAMENTO tinha como objetivo despertar os corações adormecidos a uma vivência espiritual verdadeira, um abandono das práticas pecaminosas que lhes distanciavam de Deus, há um comprometimento com toda a Palavra de Deus, um despertamento moral e social. O verdadeiro AVIVAMENTO extrapola as paredes da religiosidade e toca profundamente na esfera social/moral do povo. Vemos isso em Atos quando os discípulos que foram tocados pelo Espírito Santo mudaram seu modus vivend individualista e passou a trabalhar o coletivo, a cuidar dos seus, a priorizar a bondade em vez da ganância (At 4.32 ao 35).

Em Atos também vemos que a espiritualidade levava os discípulos a abandonarem suas práticas ocultistas e imorais (At 19.17 ao 20) e um grande temor de Deus vinha sobre todos os que haviam sido impactados com o AVIVAMENTO.

Analisando também a história dos grande AVIVAMENTOS da Igreja, vemos as características de Atos, ou seja, que ele não se limitava aos aspectos religiosos e influenciavam as sociedades que estavam ao seu entorno, sem falar do grande desejo missionário que O Espírito Santo inflava dentro dos avivados.

Estes AVIVAMENTOS históricos trazem para nós grandes lições e é necessário estudar cada um e harmonizar suas informações com o contexto bíblico e descobriremos o significado espiritual de AVIVAMENTO.

Vejam nos links alguns grandes avivamentos históricos:


Então O QUE É AVIVAMENTO?

Não pode ser apenas o falar em línguas, pular, gritar, expressar sua adoração extravagante ou não. Não quero me deter a isso e não tenha nenhum problema com isso também, porém acredito que isso é apenas a cereja do bolo. Acredito que AVIVAMENTO vai além de nossas emoções e concepções religiosas, ele toca dentro da alma e da vida aos que ates estavam mortos, ele toca não apenas nas igrejas, mas também, em todos ao seu redor, pois os AVIVADOS, não dormem, não comem, enquanto não geram vida nas almas dos que estão mortos em pecado.

O AVIVAMENTO vem para despertar o povo que conhece Ao Senhor. Tem como objetivo de nos tirar de nossa letargia espiritual, e nos conduzir a uma nova vida prometida por Deus, não com modismos, mas com o genuíno poder que não apenas me faz saltar, mas me faz mudar tudo em mim, e nos que estão ao meu redor. Não apenas me faz ir a igreja, mas ir até Ao Santo dos Santos, onde meu culto não é morno e sem discernimento, mas um culto racional, uma entrega total e verdadeira, onde minhas orações não são apenas práticas religiosas, mas são manifestações que quem tem intimidade, onde os hinos me levam a chorar, amar, crer, viver, despertar e principalmente demonstrar santidade.

Nossos sermões deixam de ser meramente mecânicos e acadêmicos, mas cheio da voz do Todo Poderoso.

Certamente precisamos de um AVIVAMENTO. Um grande e poderoso AVIVAMENTO.






[1] https://www.dicio.com.br/avivamento/
[2] https://www.dicio.com.br/avivar/
[3] http://www.monergismo.com/textos/avivamento/avivamento_padrao.htm

Nenhum comentário: