quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

As três grandes tentações da vida - Parte 1

E JESUS, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto;   E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e naqueles dias não comeu coisa alguma; e, terminados eles, teve fome.   E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão.  E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus.   E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo.   E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.  Portanto, se tu me adorares, tudo será teu.  E Jesus, respondendo, disse-lhe: Vai-te para trás de mim, Satanás; porque está escrito: Adorarás o Senhor teu Deus, e só a ele servirás.  Levou-o também a Jerusalém, e pô-lo sobre o pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo;   Porque está escrito: Mandará aos seus anjos, acerca de ti, que te guardem,   E que te sustenham nas mãos, Para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra.   E Jesus, respondendo, disse-lhe: Dito está: Não tentarás ao Senhor teu Deus.  E, acabando o diabo toda a tentação, ausentou-se dele por algum tempo. Lc 4. 1-13

Paz e graça!

Desculpem-me a demora (mais uma vez) em publicar novas postagens, mas é que estive recentemente passando por algumas mudanças (literais) na minha vida e estive com o meu tempo resumido, mas não desisti de nosso espaço de discussão e crescimento espiritual.

Estive recentemente pregando em um estudo para jovens e Deus me deu uma Palavra sobre o trecho bíblico acima com o tema deste post.

Quero então falar um pouco sobre um tema que perturba todos os seres humanos em especial, aqueles que servem a Cristo e desejam estar sempre fazendo a sua vontade. A famigerada TENTAÇÃO.

Segundo o dicionário de português online a tentação é: ten.ta.ção sf (lat tentatione) 1 Ato ou efeito de tentar. 2 Impulso íntimo dirigido para o pecado, originado dos instintos inferiores ou da malignidade do tentador. 3 Apetite ou desejo violento. 4 Rel Indução para o mal, por sugestões do diabo ou da sensualidade. 5 Pessoa ou coisa que tenta. sm pop O diabo.

Link:http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=tenta%E7%E3o 

 Já o dicionário teológico da CPAD, da autoria do Pr. Claudionor de Andrade diz o seguinte: [Do heb. nissâ; do gr. ekpeirazo; do lat. tentationem]. Estimulo que leva à prática do pecado. Embora a tentação, em si, não constitua pecado, o atender às suas reivindicações caracteriza a transgressão das Leis Divinas.

Fonte: ANDRADE, Claudionor Corrêa de. Dicionário Teológico. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD. 1996.
 
Em ambas as definições vemos algumas figuras indispensáveis para que haja a tentação que são:

1 - A pessoa a ser tentada;
2 - O objeto de tentação, isto é, o meio pelo qual a pessoa tentada é atraída por seu desejo;
3 - O tentador, aquele que usa do objeto de tentação para estimular a pessoa a ser tentada;
4 - O meio que favorece a tentação;
5 - O mecanismo, ou Livramento da tentação;
6 - O meio de livramento;

Bem, no texto acima nós podemos ver todas essas figuras e como as três grandes tentações sofridas por Jesus são as mesmas oferecidas a todos nós pelo inimigo de nossas almas. Vou utilizar as figuras na ordem como elas se apresentam no texto e veremos quais são estas grandes tentações.

Após seu batismo no Rio Jordão realizado por seu primo João Batista, o texto diz: voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto... . Vemos aqui que o meio favoreceu o desenrolar da tentação do inimigo, não que ele precise de um ambiente A ou B para tentar, mas a tentação em si sugere que o ambiente possa favorecer. Bem, Jesus estava no deserto a muitos dias, todo este contexto de solidão e necessidades "pareceu bem ao inimigo tentar ao querido Mestre".

Hoje precisamos ter cuidado onde andamos, em que lugar vamos passear ou mesmo estudar, saber com quem vamos, quando vamos e principalmente para onde vamos, pode favorecer as tentações, por exemplo um jovem que outrora gostava de pornografia, não é bom para este viver em ambientes onde há estimulo sexual. Um homem que viveu muitos anos em bebedeiras, não é bom que ele frequente assiduamente lugares que relembre de suas fraquezas.

Mas irmão, Deus me transformou, eu sou liberto! Sei disso, mas também sei que a natureza pecaminosa continua a operar dentro de cada um de nós, e também sei que muitas vezes não estamos as pessoas mais crentes do mundo e finalmente entendo que Satanás promove situações onde, sabendo ele que suas forças estão fracas pode COM CERTEZA VAI usar disso para oferecer uma saída paliativa para sua dor. Faça como José fuja de tudo que pode comprometer a sua fé.

Eu sei que as vezes não depende de nós estar ou não em certos lugares, mas eu estou falando de quando uma pessoa vive indo a estes lugares que podem promover a tentação. Jesus não foi ao deserto displicentemente, Ele foi levado Pelo Espírito ao deserto. Quando um crente é direcionado pelo Espírito do Senhor, em qualquer lugar ele terá vitória, porém não use disso para viver indo em lugares que você sabe que pode prejudicar sua fé.

O inimigo não dispensa ninguém, neste trecho bíblico que a pessoa a ser tentada é O Criador do universo e de tudo que existe, ainda sim, o tentador não dispensou a oportunidade e jogou suas setas malignas. Porém, para azar do tentador ele tentou a pessoa errada, pois Jesus mostrou ao tentador seu lugar e nos ensinou que pelo poder do Espírito Santo em nós, poderemos fazer a mesma coisa.

Bem, essa postagem já está muito longa, então iremos dividir essa postagem em duas ou três posts, ok.

Na paz do Mestre.