segunda-feira, 28 de julho de 2014

4º Congresso de Adolescente Cacimba do Povo - Dois dias de muito poder de Deus

Manifestações sobrenaturais da presença de Deus, este foi o resultado dos dois dias do 4º Congresso de adolescentes realizado pela Congregação de Cacimba do Povo, nos dias 26 e 27 de julho de 2014. A congregação tem a frente o Pb. Romeu Campelo e sua esposa Daniele e sua filha Aninha.

Deus nos abençoou de forma poderosa, muitas vidas foram impactadas pela Palavra de Deus no evento.











A Deus honras e glórias pelas sua muitas misericórdias.


quarta-feira, 23 de julho de 2014

O Criador e as criaturas.

"No princípio criou DEUS os céus e a terra" Gn 1.1


Paz e graça a todos os nossos visitantes, que o amor do Senhor Deus seja derramado hoje e sempre sobre vossas vidas.

Hoje quero comentar um pouco sobre o texto acima,  Gênesis 1.1, o texto que inicia a bíblia, o primeiro versículo da Bíblia sagrada, qualquer que seja a versão, iniciará com este versículo.

Um texto muito esclarecedor e definitivo, pois determina a ordem e gestão de todas as coisas no universo. Alguém pode dizer que esta minha afirmação é fanática e imbuída de falta de conhecimento acerca da origem, ou "origens" do universo e de tudo que existe, porém quero colocar a minha visão e defendê-la com base no texto acima.

A pesar das muitas teorias sobre a criação do mundo, creio que Deus é o criador de tudo (Teoria Criacionista). Quando falo de tudo falo do mundo espiritual e o físico, creio que primeiro o mundo espiritual foi criado e posteriormente o mundo físico, pois no texto acima diz "No princípio criou Deus os céus...", assim entendo que este fragmento de texto aborda a criação não somente do céu cósmico, mas também o celestial com suas estruturas e leis que o governam.

A terra foi criada em seis dias e no sétimo o Senhor Deus "descansou" de toda a obra que havia feito e achou tudo muito bom. A terra também foi criada com suas estruturas e leis que a regem.

Assim entendemos que tudo que há físico ou espiritual tem sua origem em Deus, ou seja, Deus é o criador e sustentador como diz em Romanos 11.36 "Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.". Dentro deste entendimento Deus é proprietário de tudo e outorgou leis que o regem.

Mas você pode perguntar: Marcos porque o senhor está comentando isso?

Bem, porque muitas vezes culpamos a Deus de certas situações que parecem ser, para nós seres humanos, injustas, desumanas e no mínimo incoerentes.

Se Deus é dono de tudo e se há leis que Ele determinou para reger sua criação, logo há penalidades para esta criação quando não estão em harmonia com estas leis. Não é que Deus seja injusto, mas é porque o ser humano quer impor suas leis em confronto as leis de Deus, e isso claramente vai trazer dores e conflitos.

Alguém pode dizer, mas por que Deus não aceita nossas leis pessoais?

É simplesmente porque elas irão trazer mais dores ainda e no fim de nossa existência física o sofrimento eterno, porém ainda assim Deus em seu amor e graça, disponibiliza a nossa vida e não nos obriga a viver suas leis, porém nos avisa que Ele é Senhor de tudo e se tudo começa Nele, também termina Nele, não há como fugir. 

Não há outra existência, não há outro Deus, não há outro tipo de criação, não há como fugir desta verdade, não há como fugir de Deus.

As leis de Deus são justas, Deus não criou as guerras, lutas, mentiras, mortes e maldades, porém essas coisas advem de nosso confronto com Deus.

Creia no amor de Deus, creia na misericórdia de Deus, creia que Ele fez tudo e um dia tudo retornará para Ele, então faça isso hoje, Deus criou os céus e a terra e tudo era bom, agora Deus quer ver sua criação se volte para Ele e o aceite como seu Criador e Pai.

Paz,



quinta-feira, 3 de julho de 2014

Os três olhares sobre o mundo.

Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. I Jo 2.15

O que significa um olhar, no sentido literal significa ver alguma coisa, porém no sentido mais abrangente olhar significa ponto de vista, ou seja, como vemos o mundo ou como percebemos e interagimos com o conceito de mundo que temos.

Primeiro temos que entender o que a bíblia chama de mundo, pois segundo ela temos no mínimo três definições, como podemos ver a seguir:

Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. I Jo 2.15
Aqui o mundo está colocado no sentido de sistema pecaminoso, pois Deus não nos pediria para não amar um mundo tão lindo como as plantas e os animais que Ele mesmo fez e disse que é bom.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna
. Jo 3.16
Aqui a palavra mundo está no sentido de pessoas, pois a vida eterna é para os que creem.

DO Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. Sl 24.1
E por fim a palavra mundo aqui fala de mundo físico, montanhas, plantas e animais.

Pois bem, ao olhar para o mundo que vivemos nós temos três tipos de olhares.
1 - O mundo no olhar do mundo;
2 - O mundo segundo o olhar do homem;
3 - O mundo segundo o olhar de Deus;

O mundo segundo o olhar do mundo é um mundo liberal e sem limites, onde as leis que o regem são as que aquelas que “o deus deste século” impõe. Onde o que interessa não é o bem estar, mas sim o conseguir e ter, nem que para isso eu tenha que fazer todo o tipo de chantagem e mentiras.

O mundo segundo o olhar do homem é centrado no egocentrismo, onde o que interessa é a sua vontade e desejos, e se você perceber esta situação está em consonância com a vontade do mundo.

Todavia, este mesmo mundo segundo o olhar de Deus é um mundo que precisa de ajuda, que anda as cegas e está próximo de cair em um grande abismo chamado morte eterna. Alguns podem dizer: como um Deus tão bom pode criar algo que nos prejudique e nos faça sofrer? Bem, o sofrimento não está nos planos de Deus, quanto sua vontade, mas quanto castigo, isto é, o homem sofre devido suas próprias ações e Deus ao olhar assim não deseja que morra, mas que este se arrependa.

Não amar o mundo é não ter o comportamento que o mundo e a maioria dos homens têm de uma vida de libertinagem, sem limites e sem leis, onde cada ser humano faz suas leis e decisões. Porque ser livre não é fazer o que quero, mas fazer o que me faz feliz sem prejudicar os outros, e essa VERDADEIRA LIBERDADE somente encontramos em Cristo, pois Deus que olha o mundo com amor deseja isso para nós.

Por isso, não ameis o mundo sistema pecaminoso de inveja, mentiras e libertinagem, mas ame a Deus que proporciona para cada ser uma visão de mundo de igualdade e amor e por fim a vida eterna em Cristo.