quinta-feira, 30 de agosto de 2012

O Cristão e o mundo



Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. I João 2.15

Algumas vezes eu ouvi do estimado pastor Lauro de Castro a seguinte expressão: “Há um mundo que Deus amou e um mundo que Deus nos impede de amar”, esta expressão ilustra muito bem como deve ser o relacionamento do cristão com o mundo.
Bem para começarmos a trabalhar este assunto, o cristão e o mundo, precisamos entender o que significa mundo no texto que inicia este post então vejamos: na Bíblia há sentidos diferentes para a palavra mundo:

       Cosmos – Jó 34. 13 “Quem lhe entregou o governo da terra? E quem fez todo o mundo?”
Neste contexto a palavra mundo significa a terra física, isto é, o planeta terra.

       Pessoas – Jo 3.16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”
Neste outro versículo o texto não está falando da terra e sim das pessoas que vivem no mundo. Jesus não morreu pelas plantas ou animais, Jesus morreu pelos homens pecadores.

       Pecado - I Jo 2.15 “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.“
Agora neste outro versículo fala sobre o mundo quanto sistema pecaminoso, a corrupção humana, isto é, as ideologias humanas baseadas em sua natureza caída. Mundo neste versículo a palavra mundo fala de pecado.

Então continuando nossa postagem precisamos entender a relação entre o cristão e mundo, percebemos que segundo a palavra de Deus, a palavra mundo pode ter alguns significados diferentes dependendo do contexto, assim, nós começamos a entender outros textos também como o Salmo 1,1, quando diz “BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.”, veja que o sentido de “não anda segundo o conselho dos ímpios”, “nem se detém no caminho dos pecadores” e “assenta na roda dos escarnecedores”, não está dizendo que você não viva no meio deles, mas que você não deve concordar com as atitudes deles.

O cristão está impossibilitado de fazer parte do mundo, e quando falo mundo estou me referindo à vivência no sistema pecaminoso, se ele vive de acordo com o mundo (pecado) este não é cristão, como está escrito “Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.“. Queridos não há meio termo, ou você é cristão ou você é mundo.

Mas qual é nossa posição diante do mundo? Você pode perguntar, e eu respondo com dois celebres textos cristãos, o primeiro é Mateus 5.14,15 que diz: “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;” e o outro é II Coríntios 5.17 “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” No primeiro os cristãos são colocados como sal e luz, mostrando que aos cristãos cabe a missão de impedir a corrupção do mundo, assim como sal impede que os alimentos se estraguem, e luz para guiar em meio as trevas deste sistema de pecaminoso. Já no segundo versículo, os mesmos cristãos tem a característica de ser diferentes das “coisas velhas” que o próprio texto assevera que deveriam ter passado.

O mundo (pecado) está perdido I João 5.19 diz “Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno.” Mas quando aos cristãos o próprio cristo orou assim “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.” João 17.15

Hoje em dia, e mais precisamente nestes dias de eleição nós ficamos a perguntar quem é cristão e quem é mundo, pois está muito difícil encontrar a diferença. O irmão está dizendo que é contra cristão estar na política ou mesmo terem um partido? Não! Estou falando sobre o comportamento de alguns que dizendo cristãos agem como o mundo, as atitudes do mundo e ainda assim querem levantar a bandeira de Cristo. Suas ações são iguais as do mundo e ainda assim querem ser cristãos, não sou contra que um cristão tome uma posição partidária, aliás, sou totalmente a favor que participemos da vida política de nosso país, mas sou contra quando cristãos que deveriam usar isso para glória de Deus, fazem o nome de Cristo ser blasfemado pelos homens.

Mas e você, quem é você que está lendo este post? Você é mundo ou cristão?

Na paz do Mestre Jesus!

Nenhum comentário: