terça-feira, 8 de janeiro de 2013

O Corpo de Cristo II


"Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.
Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.
Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.
Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo?
E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo?
Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?
Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.
E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?
Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo.'
I Co 12.12-20 


A responsabilidade e unidade dos órgãos

No post passado falamos sobre a anatomia humana e fizemos uma aplicação desta anatomia a Igreja de Cristo. Abordamos a responsabilidade que cada crente tem quanto célula deste corpo de trabalhar para o bom andamento do órgão que ela faz parte e assim contribuir para o bom andamento do Corpo de Cristo.

Hoje quero falar sobre os órgãos, o corpo humano tem aproximadamente 60 órgãos que são divididos por região, isto é, existem os órgãos da cabeça, os órgãos das costas, os órgãos do tórax etc. Bem, cada órgão apesar de trabalhar na sua região e função específica precisa estar em harmonia com os demais órgãos da sua região e das outras regiões também, pois caso um deles falhe pode significar a destruição de todos. Vemos aqui que há uma dependência apesar da independência de cada um, isto é, apesar do estômago trabalhar de forma independente na digestão dos alimentos ele precisa do pulmão para alimentar suas células com o oxigênio, da mesma forma como o coração é independente no seu trabalho de bombear o sangue pelo corpo, ele precisa do reto ou mesmo dos intestinos e rins que promoverão a limpeza deste sangue para que ele (o coração), não bombeie sangue contaminado para o resto do corpo. Veja bem, apesar da aparente independência todos são dependentes e trabalham para o mesmo fim, isto é, o bom andamento dos sistemas e logo do corpo.

Pegando por base a explanação anatômica acima quero fazer uma aplicação na igreja local, porque muitas vezes algumas igrejas trabalham tão isoladas que parece não fazer parte de um sistema, ou melhor, de um corpo. Podemos entender que todas as igrejas pertencem ao mesmo corpo e que apesar de serem aparentemente independentes são dependentes uma das outras e que caso uma seja danificada as demais logo, logo serão afetadas também. Não há um órgão no corpo humano que não seja importante e necessariamente vital, como também não existem igrejas melhores e piores só existe a Igreja de Cristo ou as igrejas dos homens.

Muitos líderes imaginam que suas igrejas são únicas e que as demais são apenas um suporte para a dele, porém este pensamento é demoníaco e sincrético sem nenhum respaldo bíblico. Assim como todos os órgãos são vitais, todas as igrejas também o são, precisamos aprender a trabalhar em unidade apesar das nossas diferenças. Precisamos prestar ajuda mútua, pois não sabemos o dia de amanhã.

 Pastor como está sua visão do Corpo de Cristo? Você trabalha para o crescimento do Corpo de Cristo em obediência ao Cérebro que é Jesus, ou você vive segundo seus preceitos humanos falidos? De quem é a igreja que está sob a sua responsabilidade? Paulo disse: Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo? E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo?

Não trabalhe para seu próprio benefício, mas invista no Corpo como um todo, lembre-se Deus não dá igreja para pastor, Deus dá pastores para a igreja.

Na graça do Mestre;

Conf. Marcos Gama

Nenhum comentário: