quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Estudo para novos convertidos - Conhecendo Deus




“Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e Ele descerá sobre nós como s chuva, como a chuva serôdia que rega a terra.” Os 5.3

Conhecer não significa apenas ter uma compreensão intelectual Bíblica sobre Deus, isso é muito importante, mas conhecer significa experimentar, ou seja, quanto mais chegamos perto Dele, mais o conhecemos. Por isso, todo novo crente deve, imediatamente, após aceitar a Cristo como Salvador de sua vida, começar a conhecer o seu Senhor. É sempre nesta ordem: primeiro, vem o ato de fé, depois, a busca do conhecimento de Deus, como está escrito em Jo. 14.6. A Bíblia mostra como Ele é, e age, mas só podemos conhecê-lo quando passamos a ter experiências pessoais com o Pai.

Existem várias teorias baseadas em diferentes sistemas religiosos e filosóficos tentam explicar ou justificar a existência de Deus. Porém, curiosamente a Palavra de Deus não perde tempo tratando de demonstrar a sua existência. O único e verdadeiro Deus manifestou-se a Si mesmo como o eterno “Eu Sou” Êx 3.1-15, de existência e revelação próprias.  Mas o que a Bíblia declara sobre o nosso Deus? Vejamos:

  1. Ela declara que seus nomes revelam suas qualidades:

    1. Nomes primários
Javé (Yahweh) = Auto-existente
Elohim = O Forte
Adonai = Senhor, Mestre

    1. Nomes Compostos do At.

(Com El)
El Elyon = Altíssimo, ou o Forte dos fortes
El Roi = Forte que vê
El Shaddai = Deus todo Poderoso
El Olam = O Eterno

(Com Javé)
Javé Jireh = O Senhor proverá
Javé Nissi = O Senhor é a minha Bandeira.
Javé Shalom = O Senhor é paz
Javé Sabbaoth = O Senhor dos Exércitos
Javé Maccadeshkem = O Senhor que Santifica.
Javé Raah = O Senhor é meu Pastor
Javé Tsidkmu = O Senhor Justiça nossa
Javé El Gmolah =  O Senhor Deus da recompensa.
Javé Nekeh= O Senhor fere.
Javé Shammah = O Senhor que Está Presente.

  1. O Nome do Senhor deve ser:

    1. Invocado na adoração – Gn 12.8
    2. Temido – Dt 28.58
    3. Louvado – II Sm 22.50
    4. Glorificado – Sl 86.9
    5. Não pode ser tomado em vão – Ex 20.7
    6. Não deve ser profanado nem blasfemado – Lv 18.21; 2416
    7. Santificado – Mt 6.9

Obs:O Vocábulo Deus, com outras combinações, como “altíssimo”, “Suficiente”, “Eterno”, e “Conosco”, revela as qualidades do Senhor e mostra as sua maneira de agir entre as pessoas. Na Bíblia os nomes de Deus mais comuns são:

Deus = Fala do seu poder criativo.
Senhor ou Jeová = É Deus se relacionando com as pessoas para ajuda-las e salva-las.
Senhor = No sentido de Governador.
Pai = Mostra que todas as coisas foram criadas por ele.

  1. Podemos conhecer Deus também pelos aspectos do seu caráter.

Existem os aspectos que só Deus possui e nada há que os lembre nos homens ou nos outros seres por Ele criados.

    1. Soberania = significa que Deus é o comandante de tudo. Sl 103.16
    2. Eternidade = determina que nunca houve um tempo em que Deus não existisse, ou seja, Ele sempre viveu.  Is 44.6
    3. Onisciência = Possui o conhecimento de tudo o que existe, nada pode pega-LO de surpresa.  Hb 4.13
    4. Onipresença = Ele está presente em todo tempo e espaço. – Jr 23.24
    5. Onipotência = Ele é Todo-Poderoso, ou seja, Ele pode faz\er tudo o que quiser – Gn 1.1
    6. Imutável = Ele jamais muda, não pode ser ruim, nem mesmo melhorar. Nm 23.19

  1. Deus é Trino
As escrituras apresentam três pessoas divinas, designadas como Pai, Filho e Espírito Santo, distintas no que diz respeito a ministério, ou seja, a sua missão, mas de um caráter e harmonia tão perfeitos que constituem um só Deus e não três. Não se pode dizer: em nome de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, Pois os três são o mesmo Deus e assim teríamos três Deuses, onde a Bíblia assevera que somente há um ÚNICO DEUS.
Vejamos alguns textos para análise e reflexão:

a.    Mt 3.17 – O Pai testifica do Filho;
b.    Jo 5.19 – O Filho testifica do pai
c.    Jo 14.26 – O Filho testifica do Espírito Santo
d.   Jo 15.26 – O Espírito Santo testifica do Filho

São três pessoas em um só Deus, lembremo-nos que quando Jesus fala que o Pai é maior do que Eu, é por questão de organização no trabalho, pois Jesus quando veio ao mundo, Ele veio como servo e para servir, então todo servo tem um “superior”, se assim não fosse Ele não teria dito em João 17 que Ele é o pai eram UM.


Nenhum comentário: