quarta-feira, 10 de abril de 2013

Vencendo as más influências - Parte 1



 Paz do Senhor a todos os visitantes do blog marcosgamamv.blogspot.com.br, estarei durante algumas semanas tratando do tema "Vencendo as más influências", acredito que será de muito proveito para todos nós. Tomais por base o texto de Daniel que está posto literalmente abaixo, analise ele e durante as postagens que estarei colocando aqui faça suas reflexões.

O texto foi tirado de uma das minhas primeiras apostilas que Deus me deu e senti um forte desejo de publicá-la de forma gradual aqui, então vamos lá, que Deus lhe abençoe poderosamente.


“O REI Nabucodonosor fez uma estátua de ouro, cuja altura era de sessenta côvados, e a sua largura de seis côvados; levantou-a no campo de Dura, na província de Babilônia. Então o rei Nabucodonosor mandou reunir os príncipes, os prefeitos, os governadores, os conselheiros, os tesoureiros, os juízes, os capitães, e todos os oficiais das províncias, para que viessem à consagração da estátua que o rei Nabucodonosor tinha levantado. Então se reuniram os príncipes, os prefeitos e governadores, os capitães, os juízes, os tesoureiros, os conselheiros, e todos os oficiais das províncias, à consagração da estátua que o rei Nabucodonosor tinha levantado; e estavam em pé diante da imagem que Nabucodonosor tinha levantado. E o arauto apregoava em alta voz: Ordena-se a vós, ó povos, nações e línguas:   Quando ouvirdes o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a espécie de música, prostrar-vos-eis, e adorareis a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor tem levantado. E qualquer que não se prostrar e não a adorar, será na mesma hora lançado dentro da fornalha de fogo ardente.  Portanto, no mesmo instante em que todos os povos ouviram o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério e de toda a espécie de música, prostraram-se todos os povos, nações e línguas, e adoraram a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor tinha levantado.”
Daniel 3.1-7


Considerações sobre o Livro de Daniel:

·         Autor: Tem-se o próprio Daniel como autor do Livro.
·         O tema central: a soberania de Deus na história.
·         O Livro é conhecido como o Apocalipse do AT.
·         A Data aproximada que foi escrito é de 536 à 530 a.C.
·         O Local: Na própria Babilônia.
·         “Daniel" significa: Deus é Juiz (ou meu Juiz).
·         Levado cativo para Babilônia durante o reinado de Joaquim, juntamente com Hananias , Misael  e  Azarias. Dn 1:1-6
·         Daniel, Hamazias, Misael e Azaías eram da linhagem real de Israel. Dn 1.3
·         Foram levados para a babilônia por Aspenás, chefe dos eunucos do Rei Nabucodonosor. Dn 1.3
·         Eles foram levados, pois eram os melhores que havia em Israel. Dn 1.2-3
·         Daniel e seus amigos eram adolescentes quando foram levados a Babilônia.
·         Na babilônia seus nomes foram mudados. Dn 1.7
·         Embora sendo escravos na babilônia, eles resolveram ser fiéis a Deus. Dn 1.8


Vivemos em um mundo que segundo a Bíblia afirma jaz no maligno, ou seja, um mundo influênciado pelos poderes do mal, que se utiliza dos meios de comunicação (TV, Jornais, Revistas, Internet, Amigos, ETC..) para impregnar nossas mentes com toda sorte de conceitos perniciosos a bom viver cristão. Meios de comunicação que são coordenados por pessoas que não temem a Deus, nem mesmo possuem virtudes genuinamente cristãs e isso tudo tem um objetivo, separar o homem de Deus e por fim, leva-lo a morte eterna. Satanás tem uma tríplice ,missão que é matar, roubar e destruir, porém Jesus Cristo tem uma resposta para essa missão maligna que é a de nos dá vida e vida em abundância. Vejamos como detectar e vencer as más influências.


I - Detectando as más influências.

1 – As más influências vêem por quem está em destaque, ou seja, que tem influência sobre os demais.

“O REI Nabucodonosor fez uma estátua de ouro, cuja altura era de sessenta côvados, e a sua largura de seis côvados; levantou-a no campo de Dura, na província de Babilônia.” Dn 3.1
O maior líder da Babilônia determinou que fosse feito uma estátua e que a adoração à mesma fosse instituída. Foi o rei também que determinou o padrão, o modelo que as demais pessoas deviam seguir. Todos os povos deveriam se prostrar a estatua, independentemente de sua fé, de sua nação ou do que achava certo ou errado. “E o arauto apregoava em alta voz: Ordena-se a vós, ó povos, nações e línguas:” Dn 3.4
Hoje não são diferentes, aqueles que estão em destaque querem determinar o que devemos fazer, como devemos pensar, o que devemos crer, como devemos nos vestir ou como devemos falar. Geralmente são pessoas de influência que estão na TV, nas revistas, de forma muito sutil querem determinar a nossa fé e vida, mas nós que cremos no senhor Jesus não precisamos de Ídolos nós temos já um Deus, na verdade o Único Deus.

Continua ....

Paz e Graça!
 

Nenhum comentário: