terça-feira, 30 de abril de 2013

Vencendo as más influências - Parte 4



 Paz e graça, 

Bem vamos continuar nnosso estudo sobre "Vencendo as más influências" então vamos lá.

III – Vencendo as más influências.

1 – Honrando a Deus diante dos homens.
“Então Nabucodonosor, com ira e furor, mandou trazer a Sadraque, Mesaque e Abednego. E trouxeram a estes homens perante o rei. Falou Nabucodonosor, e lhes disse: É de propósito, ó Sadraque, Mesaque e Abednego, que vós não servis a meus deuses nem adorais a estátua de ouro que levantei? Agora, pois, se estais prontos, quando ouvirdes o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a espécie de música, para vos prostrardes e adorardes a estátua que fiz, bom é; mas, se não a adorardes, sereis lançados, na mesma hora, dentro da fornalha de fogo ardente. E quem é o Deus que vos poderá livrar das minhas mãos?”
“É de propósito, ó Sadraque, Mesaque e Abednego, que vós não servis a meus deuses nem adorais a estátua de ouro que levantei?”  
 Foi assim que o rei começou a interrogá-los e como jovens tementes a Deus não colocaram a culpa em seus pais, ou em seu pastor, mas assumiram sua fé. Certamente era de propósito, eles queriam servir a Deus e certamente era de propósito, eles não queriam servir aos deuses pagãos. Hoje quando muitos jovens são indagados por sua vida “diferente”, colocam a culpa em seu pastor, no seu líder, na família, mas devemos afirmar nossa fé e dizer que é por servir a Deus que não fazemos isto ou aquilo e assumir por amor a Deus as consequências que vierem.

2 – Manifestando sua fé.
“Responderam Sadraque, Mesaque e Abednego, e disseram ao rei Nabucodonosor: Não necessitamos de te responder sobre este negócio. Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei. E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste.” Dn 3.16-18

Eles estavam decididos e convictos a respeito de sua fé. Não estavam temendo o que iria acontecer, sabiam que Deus podia livra-los e se não, estavam dispostos a pagar o preço por amor a Deus. Não devemos ter medo daqueles que querem destruir nossa fé, não estou falando que devemos brigar ou mesmo fazer uma revolução, mas devemos declarar nossa fé para que as más influências não tenham vez em nossas vidas e que em vez de sermos influenciados possamos influenciar com nossa fé. Deus procura jovens decididos.

3 – Pagando o preço pela fé
“E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste. Então Nabucodonosor se encheu de furor, e mudou-se o aspecto do seu semblante contra Sadraque, Mesaque e Abednego; falou, e ordenou que a fornalha se aquecesse sete vezes mais do que se costumava aquecer. E ordenou aos homens mais poderosos, que estavam no seu exército, que atassem a Sadraque, Mesaque e Abednego, para lançá-los na fornalha de fogo ardente. Então estes homens foram atados, vestidos com as suas capas, suas túnicas, e seus chapéus, e demais roupas, e foram lançados dentro da fornalha de fogo ardente. E, porque a palavra do rei era urgente, e a fornalha estava sobremaneira quente, a chama do fogo matou aqueles homens que carregaram a Sadraque, Mesaque, e Abednego.      E estes três homens, Sadraque, Mesaque e Abednego, caíram atados dentro da fornalha de fogo ardente.”  Dn 3.19-23

“Você está disposto a fazer pela verdade o que muitos fazem pela mentira”
O que você estria disposto a perder por amor a Cristo e sua fé?
Paulo disse certa vez: “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho”  Fl 1.21

Continua ...

Paz e graça!

Nenhum comentário: