terça-feira, 20 de setembro de 2016

Valores Individuais X Valores Coletivos - Princípios Gerenciais de Cristo (Terceira Parte)

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mt 6.33

Paz do Senhor;

Vamos continuar falando sobre este tema "Valores Pessoais X Valores Coletivos. Oro ao Senhor que lhe conceda entendimento e crescimento espiritual.

Terceiro Princípio é: TODOS SÃO MERECEDORES DOS PREMIOS, DOS QUAIS TODOS TRABALHARAM.

Todos dizem “o pódio é meu”!
As olimpíadas Brasil 2016 terminaram e obtivemos bons resultados como no Voleibol Masculino que foi medalha de ouro e é tricampeão olímpico. Quando vemos a imagem de todos os jogadores subindo no pódio vemos que a expressão que iniciam os este tópico é verdadeira “Todos dizem o pódio é meu!” .

Este sentimento de conquista é de todos do time não apenas dos que jogaram mais de todos os que subiram no pódio. Nem todos entraram em quadra, mas todos são campeões. Nem todos suaram a camisa, mas todos ganharam a medalha.

ESSA É A VISÃO DO TRABALHO EM GRUPO OU EM EQUIPE!

Alguns podem trabalhar mais, outros podem trabalhar menos, alguns podem ter mais habilidade em um determinado seguimento, outros podem ter suas habilidades em outra área, nem todos estão diretamente no trabalho, mas o importante é que todos saibam que merecem. Pois se eles estão no grupo é porque eles podem contribuir no momento certo, ou seja, eles são necessários.
Os méritos são dos que fazem parte da equipe, os méritos demonstram que há valores naquele grupo. Os méritos definem a qualidade que aquele conjunto de pessoas, alunos, técnicos ou esportistas têm e que promoveram o ganho coletivo, ou seja, TODOS SÃO MERECEDORES.

Paulo expressa este pensamento ao jovem pastor Timóteo quando diz “Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E: Digno é o obreiro do seu salário.” I Tm 5.18. No texto base deste estudo Cristo enfatiza está importância quando assevera que todas estas coisas vos serão acrescentadas.”. Esses acréscimos são para todos os que priorizarem o Reino de Deus e Sua Justiça, ou seja, todos que seguirem as orientações.

Quarto Princípio é: SERVIR AOS OUTROS É CONTRINUIR COMIGO MESMO.

Diferentemente de um projeto individual, o grupo ou equipe tem como estrutura algo que um só não pode fazer, ainda que ele tente, mas não tem como desenvolver a contento aquilo, pois é necessário a colaboração de alguém para que aconteça.

Quando algo depende mais de uma pessoa a ideia da CONTRIBUIÇÃO se faz necessária.

Contribuir não é só fazer minha parte da melhor forma que eu puder e esperar pelos outros, não, na verdade contribuir é promover que todos possam realizar a contento o todo. Alguns dizem já fiz o que esperavam de mim, agora é com os outros, e isso não é trabalho em equipe, isso é ajuntamento de metas individuais, e que depois precisará ser harmonizada. O trabalho em grupo requer que todos possam colaborar com tudo que tem, e acompanhar ajudando os que ainda estão concluindo o todo.

Em uma equipe meu trabalho só está finalizado, quando todo O Trabalho estiver concluído, e enquanto tiver algo para ser feito eu ainda tenho que contribuir no mínimo não atrapalhando.

Somente quando O Trabalho Todo estiver entregue é que o trabalho individual terminou também. Minha tarefa é ficar contribuindo com os demais sempre que necessário, pois é por isso que eu estou no grupo, posso contribuir, a meu ver pouco, mas este pouco foi importante para completar o todo, sem este pouco o todo não estaria completo.

Uma das ilustrações que Paulo faz acerca da Igreja é a simbologia do CORPO de CRISTO, no qual todos nós fazemos parte do corpo. Não há corpo completo se faltar algo nele, por mais simples ou menos importante, só podemos dizer que há um corpo completo se todos os membros estiverem nele. Assim Paulo diz que “E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo. E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós. Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários; E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra. Porque os que em nós são mais nobres não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela; Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros. De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele. Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular. I Co 12. 19-27


TODOS CONTRIBUEM PARA O TODO, SEM TODOS NÃO PODE HAVER O TODO.

Paz do Senhor,


Nenhum comentário:

Postar um comentário